GeoEstratégia, Aviação, Defesa, História, Conflitos, dentre outras coisas...

sexta-feira, fevereiro 28, 2014

Como é que a NSA espia os jogadores de Angry Birds? Um especialista explica

By on 28.2.14



Os documentos revelados pelo ex-técnico da Agência de Segurança norte-americana (NSA), Edward Snowden, mostram que nem os jogadores de Angry Birds estão livres de espionagem.


A agência usa aplicações e jogos para recolher informações sobre os utilizadores, sem o conhecimento das próprias fabricantes das apps ou dos smartphones. Mas como? O especialista da empresa de segurança Kaspersky Lab, Vicente Diaz, explica.
"A última versão do Angry Birds pede permissão para localização, estado do telefone e SMS, entre outras coisas – tudo isto aparentemente para fins publicitários, visto que a aplicação mostra anúncios enquanto se joga. Mas isto pode fornecer a terceiros mais informação do que você quer partilhar, como onde está neste momento em particular. Além disso, todas mensagens e colegas dentro do jogo podem ser uma fonte de informação similar às redes sociais", explica Vicente Diaz.
"Não é tão assustador quando se fala de uma aplicação, mas isto é apenas um exemplo. Imagine todas as diferentes permissões que dá a todas as aplicações no seu aparelho móvel, e quanto o telemóvel diz sobre si, a sua localização, as pessoas com quem fala, e o que lhes diz. O que vemos aqui é como funcionalidades aparentemente inocentes podem ser usadas para um propósito muito diferente quando reunidas com um objetivo diferente em mente."
http://4.bp.blogspot.com/-NBcE8zudZlQ/UCuijQMP8dI/AAAAAAAAAJ8/a4X-FWTRcvY/s1600/Download+Angry+Birds+iPhone+App.png
O especialista refere que não foi surpreendido pelas revelações dos documentos entregues por Snowden, tendo em conta que a informação contida nestas aplicações tem sido muito valiosa para anunciantes e programadores, pelo que "deve ser valiosa também para as agências de inteligência."

Quem joga Angry Birds e não quer os seus dados expostos, pode fazer alguma coisa? "Neste momento, não há detalhes técnicos disponíveis, mas pelo que sei, o Angry Birds não fornece nenhuma opção para que o utilizador deixe de enviar dados que a Rovio mais tarde monetiza, neste caso legitimamente através de anúncios." A Rovio é a empresa que produz o jogo e afirmou não ter qualquer conhecimento das operações da NSA. 

"Assim, o utilizador não tem forma de jogar Angry Birds sem que o programa envie estes dados, a não ser que jogue quando está desligado da internet. No entanto, não devemos culpar o Angry Birds por monitorizar os utilizadores, e deixar de jogar não vai evitar que os utilizadores sejam monitorizados", sublinha Vicente Diaz. "Não sabemos quanta informação e quantas aplicações estão a ser monitorizadas por serviços de Inteligência, mas provavelmente muitos deles, por isso o problema de monitorização é maior."

0 comentários:

Frases

Popular Posts

Postagens mais visitadas

Popular Posts